Outsourcing

O que é OUTSOURCING de TI?

Outsourcing de TI é, basicamente, o termo utilizado para representar a terceirização da gestão e controle dos sistemas relacionados à tecnologia de informação de uma empresa.

 

Como funciona na prática?

Dentro deste modelo, tanto o indivíduo ou empresa contratada, pode estar localizado em qualquer parte do mundo – a um quarteirão de distância do seu escritório ou em outro continente. Por exemplo, uma startup com base em Belo Horizonte, em parceria com uma equipe de desenvolvimento de aplicativos do Rio de Janeiro e com um call center em São Paulo. Ou, uma agência de marketing digital sediada no Rio grande do Sul, que contratou um desenvolvedor de Londres. Assim, o que pode se concluir é que o outsourcing se adequa ao volume de negócios de uma corporação, operando de acordo com a necessidade do cliente.

Conectividade

 

Tipos de outsourcing

Por ser um tema bastante abrangente, ele se apresenta em algumas definições mais específicas: Offshoring, Nearshoring e Onshoring.

 

Tipos de Outsourcing

Offshoring (terceirização offshore) significa terceirizar serviços de TI para um local distante para se beneficiar de custos trabalhistas mais baixos, condições econômicas mais favoráveis, fusos horários ou uma maior concentração de talentos. As diferenças de tempo que estamos falando aqui são de pelo menos 5 ou 6 horas. Variações temporais extremas podem definitivamente ser úteis para empresas que precisam fornecer suporte ininterrupto a tecnologia ou ao cliente, e para aqueles que executam atualizações constantes e trabalhos de manutenção. Exemplo: uma empresa dos EUA terceiriza o desenvolvimento da Web de uma agência Brasileira.

 

Nearshoring (terceirização nearshore) é muito semelhante ao offshoring, embora com uma diferença importante: o nearshoring significa terceirizar o desenvolvimento de software ou outras funções de TI para um local mais próximo de sua casa – geralmente no mesmo fuso horário. O nearshoring permite uma comunicação muito mais suave em comparação com o offshoring. Além disso, os países próximos um do outro compartilham cruzamentos culturais que podem simplificar a comunicação. Exemplo: Uma startup com base na Argentina contrata um desenvolvedor Android do Brasil para serviços de desenvolvimento de software nearshore.

Onshoring (homeshoring) refere-se à delegação de vários processos de negócios para um local diferente dentro das fronteiras nacionais. Ocasionalmente, o termo “homeshoring” também é usado para descrever uma situação em que os funcionários trabalham em casa. Normalmente, o local escolhido tem custos trabalhistas e operacionais menores. Embora a redução de custos seja o principal motivo para o onshore, a escassez de habilidades também pode levar as empresas a procurar talentos em locais alternativos. Exemplo: uma empresa com sede em Belo Horizonte contrata especialistas em segurança de TI de Ipatinga.

 

Como saber se é algo que você ou sua empresa deva considerar?

Hoje em dia, a terceirização virou uma realidade para quase todos os modelos de negócio, sejam grandes ou médias empresas, principalmente porque, muitas vezes, elas não disponibilizam caixa para contratação de profissionais exclusivos de TI. Assim, uma organização usaria a terceirização de Tecnologia da informação para funções que vão desde infraestrutura e desenvolvimento a manutenção e suporte de software. Por exemplo, uma empresa pode terceirizar seu gerenciamento de TI porque é mais barato contratar um terceiro do que construir sua própria equipe interna de gerenciamento. Ou, terceirizar todas as suas necessidades de armazenamento de dados porque não quer comprar e manter seus próprios dispositivos. A maioria das grandes corporações terceiriza apenas uma parte de qualquer função de TI, por ser consideravelmente mais benéfico em relação aos custos totais.

 

 

Conclusão

Terceirizar a mão de obra especializada em tecnologia se tornou a nova tendência para o sucesso empresarial, a longo prazo, frente à era digital. Como o relatório da IAOP(Instituto de Aplicações Operacionais) conclui: “As empresas não utilizaram o outsourcing apenas para responder à crise; utilizaram o outsourcing para se tornarem mais fortes num percurso de longo prazo.” Ou seja, além de possibilitar, de imediato, o aprimoramento das estratégias, o outsourcing garante a sustentabilidade de uma organização. Definitivamente o outsourcing é um mar de benefícios e possibilidades que veio para ficar!

 

Giovanni Navarro

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

29nov 2018

Post #0 – Conhecendo o desafio   Estamos escrevendo uma nova página aqui na vida da Rumo Soluções, e o motivo disso veio da necessidade de mudança reconhecida pelo nosso CEO @Romulo_Leal. Mas é fascinante lembrar que Charles Darwin já dizia que “não é o mais forte que sobrevive nem o mais inteligente, mas o que […]

04fev 2019

O que é OUTSOURCING de TI? Outsourcing de TI é, basicamente, o termo utilizado para representar a terceirização da gestão e controle dos sistemas relacionados à tecnologia de informação de uma empresa.   Como funciona na prática? Dentro deste modelo, tanto o indivíduo ou empresa contratada, pode estar localizado em qualquer parte do mundo – […]

  • 1
  • 2